Transportes

Garland espera crescimento de 5,3% no primeiro semestre

A Garland espera atingir um crescimento de 5,3 pontos percentuais no primeiro semestre deste ano. De acordo com a empresa, até ao final deste mês o grupo estima faturar 58,4 milhões de euros.

Até ao final de 2017, a Garland quer chegar aos 120 milhões de euros de faturação e crescer mais de 5%, resultados que espera alcançar “em função de um primeiro quadrimestre animado pelo crescimento das exportações nacionais sobretudo para mercados como o norte-americano.”

De acordo com a companhia, “em 2016, o setor de transportes e logística foi o que mais concorreu para os resultados alcançados, mais precisamente para um total de faturação de 62,8 milhões de euros, mais 7,5% que em igual período do ano anterior. Esta área de negócio representou 56,1% do volume de negócios alcançado.” Importa ainda referir que em 2016, 14% da faturação da Garland veio da internacionalização, processo com o qual o grupo só arrancou em 2014 com a abertura da delegação de Marrocos

Peter Dawson, presidente do conselho de administração do Grupo Garland, defende que “temos vindo sempre a crescer acima dos 5% ao ano. Em 2015, chegámos aos 11,2%. Sabíamos que, em 2016, também cresceríamos mas mais moderadamente. Por um lado, a Garland está a fechar um ciclo em que investimos muito no negócio, sobretudo ao nível de construção e remodelação de instalações logísticas e de adoção de tecnologias de informação. Por outro, o setor atravessou um ano complicado”.