Quantcast
Transportes

Indra desenvolve tecnologia para a Estação 4.0 do Metro de Madrid

A Indra desenvolveu os primeiros protótipos de sistemas de bilhética para a Estação 4.0 do Metro de Madrid.

A Indra, empresa global de tecnologia e consultadoria, desenvolveu os primeiros protótipos de sistemas de bilhética para a Estação 4.0 do Metro de Madrid. Em comunicado, a empresa revela que esses protótipos foram desenhados em colaboração com a rede de metropolitano para serem colocados no Centro Tecnológico de Estações, que está a ser criado como campo de testes.

A nova máquina de informação e a venda de bilhetes Smart-TVM conta com um ecrã táctil de 43 polegadas que apresenta em grande plano toda a informação: itinerários, mapas de estações ou horários. Esse sistema pode também ser utilizado como videowall, quer para efeitos de alertas ou resolver questões dos utilizadores, ou como espaço publicitário.

Em termos de pagamentos, oferece a possibilidade de utilizar cartões bancários, tanto com o chip contactless, como smartphones (através do Google Wallet e Apple Pay), como em dinheiro. Adicionalmente, a Smart-TVM permite obter assistência online.

Neste momento estão a ser produzidos os primeiros equipamentos contratados para a estação da Gran Vía.

Outras tecnologias em desenvolvimento

Já os sistemas de controlo de acesso que a Indra está a desenvolver para a Estação 4.0 contam com leitor de cartões contactless, o que permitirá usar o telefone, através da tecnologia NFC, ou o cartão bancário com contacless como suporte físico de viagem.

Além destas soluções de bilhética a Indra está a levar a cabo um projeto piloto para gerar um mapa térmico de toda a rede do metro de Madrid. Este mapa pretende estudar o possível aproveitamento desta energia e facilitar a deteção de incêndios ou o sobreaquecimento de zonas de risco, entre outras.

O projeto consiste em reutilizar a fibra ótica existente na infraestrutura para instalar um sensor térmico distribuído (DTS), que permite medir a temperatura e as suas variações.