Transportes

Motoristas ameaçam com nova greve em agosto

Motoristas ameaçam com nova greve em agosto

O 1º Congresso Nacional dos Motoristas aprovou, no passado fim de semana, entregar no dia 15 de julho um pré-aviso de greve a partir de 12 de agosto até entrar em vigor o novo Contrato Coletivo de Trabalho (CCT) para o sector. A notícia avançada pela Lusa revela que a proposta foi apresentada pelos sindicatos Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) e Independente dos Motoristas de Mercadorias (SIMM).

A proposta prevê um aumento do salário base de 100 euros nos próximos três anos (1400 euros brutos para 2020, 1600 para 2021 e 1800 para 2022), melhoria das condições de trabalho e pagamento das horas extraordinárias a partir das oito horas de trabalho. O novo acordo será debatido numa reunião a realizar no próximo dia 15 de julho entre a Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM), a federação filiada da CGTP, FECTRANS e mediada pelo Ministério do Trabalho.

Será nesta reunião que os dois sindicatos apresentarão um novo pré-aviso de greve que ameaça uma nova paralisação dos transportadores já a partir de 12 de agosto, por tempo indeterminado, enquanto não entrar em vigor o novo Contrato Coletivo de Trabalho.

Recorde-se que, em abril, o país parou por falta de combustível por consequência da greve convocada pelo SNMMP. Os trabalhadores pediam, na altura, a individualização da atividade no âmbito da tabela salarial, a atribuição de um subsídio de risco, a garantia de uma formação especial e de seguros de vida, bem como exames médicos específicos.