- Logistica e Transportes Hoje - https://www.logisticaetransporteshoje.com -

Motoristas recebidos pelo Ministério da Infraestruturas esta segunda-feira

O Ministério das Infraestruturas recebe o Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) esta segunda-feira (5 de agosto), às 11H30. Em declarações à Lusa, o vice-presidente do SNMMP, Pedro Pardal Henriques, reiterou que serão apresentadas propostas para “evitar a greve” com início marcado para o dia 12 de agosto [1], mas admitiu que sem a presença da ANTRAM “pouco se adiantará”.

Segundo o porta-voz do SNMMP, a reunião foi pedida pelo seu sindicato e pelo Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias (SIMM) “para apresentar propostas no sentido de evitar a greve” convocada pelas duas estruturas a partir de dia 12 de agosto, por tempo indeterminado.

“Agora, se a ANTRAM não estiver presente como já disse que não ia estar, a reunião não poderá produzir grandes resultados, pouco se adiantará”, reconheceu Pedro Pardal Henriques, em declarações à agência Lusa, referindo que, até agora, a ANTRAM ainda não apresentou qualquer proposta para negociar e evitar a paralisação.

Segundo o SNMMP, entre as principais propostas que serão apresentadas está a negociação de um contrato coletivo de trabalho “com um prazo de tempo mais estendido com as coisas que, quer uma parte quer outra, entendam reivindicar”. De acordo com Pedro Pardal Henriques, a proposta do sindicato passa por aumentar o salário base dos motoristas para 1000 euros até 2025, com indexação ao crescimento do salário mínimo nacional, o que permite “um prazo mais dilatado, quer para que as empresas possam cumprir com aquilo que ficar estabelecido no CCT, quer para que haja a paz social que o país necessita”.

A greve convocada pelos motoristas colocará em causa o abastecimento de combustíveis e de outras mercadorias, tendo levado o Governo a fixar serviços mínimos para a greve.