Portos

Negociações para o contrato coletivo de trabalho do Porto de Setúbal retomadas esta semana

Negociações para o contrato coletivo de trabalho do Porto de Setúbal retomadas esta semana

Lídia Sequeira, presidente da Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra (APSS), revelou esta semana que as negociações para o contrato coletivo de trabalho para os estivadores do Porto de Setúbal foram retomadas esta terça-feira (8 de janeiro).

Durante uma audição na Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, a presidente da APSS sublinhou que “tenho conhecimento que ontem [terça-feira] retomaram as negociações e a reunião correu bem. Estabeleceram um calendário para que a negociação termine no final de fevereiro”.

“É um facto que os trabalhadores do Porto Setúbal não têm um contrato coletivo de trabalho […], mas a administração portuária não é parte na negociação”, disse ainda, referindo que a APSS já realizou reuniões com as empresas concessionárias daquele porto e defendendo que “deve haver um contrato coletivo de trabalho” e que a ausência de um contrato colético é uma responsabilidade que “tem de ser assacada às associações patronais e ao sindicato”.