Mobilidade

Passageiros demoram 90 segundos para confiar nos veículos autónomos

Passageiros demoram 90 segundos para confiar nos veículos autónomos

90 segundos. É este o tempo que um passageiro demora para confiar num veículo autónomo. Quem o diz é Jérôme Rigaud, responsável máximo da Navya, empresa francesa de veículos autónomos 100% elétricos, que esta terça-feira (6 de novembro) esteve no Web Summit.

“Em todos os passageiros que já transportámos no mundo temos uma taxa de satisfação superior a 90%, demoram 90 segundos a perceber como é que o veículo funciona, como trava ou como vira, por exemplo, depois disso todos estão de volta ao iPhone”, explica Jérôme Rigaud, responsável da Navya.

Jérôme Rigaud diz ainda que o elevado número de veículos que circula cria uma “sobrecarga nas infraestruturas das cidades” que, para já, “não estão preparadas para tantas viaturas”.

“A tecnologia evolui rápido, já assistimos a uma grande evolução nos últimos anos. Estamos a atingir um nível de segurança muito elevado, temos de passar para o plano de lidar com as autoridades, regular leis e definir a legislação para que todos os requisitos e a segurança dos passageiros seja garantida”, acrescenta.