Quantcast
Portos

Porto de Xangai aposta em centro de transporte de contentores vazios

porto xangai contentores vazios

O porto de Xangai anunciou a criação de um centro de transporte de contentores vazios de forma a ajudar nos esforços para diminuir a falta de contentores, ao acelerar o volume de negócios de contentores vazios no porto, divulga o portal de notícias chinês Global Times.

O novo hub de contentores para a região do nordeste asiático encontra-se localizado na Zona Consolidada Especial de Yangshan, tendo sido criada por grandes transportadoras marítimas de mercadorias, como a Maersk e a CMA, em cooperação com o Shanghai International Port Group (SIPG), que opera no porto chinês.

O presidente do Shanghai International Port (Group) Co, Gu Jinshan, comprometeu-se a aprofundar a cooperação estratégica com as companhias marítimas para colmatar a escassez sazonal de contentores devido ao desequilíbrio dos contentores de importação e exportação.

A escassez de contentores vazios nos principais portos da China foi apenas de 1,4% em junho, menos 12,2 pontos percentuais do que no início do ano.

Os especialistas acreditam que esta abertura ajudará a aliviar a crise do abastecimento de contentores, especialmente na Ásia, quando o congestionamento continuado nos portos norte-americanos preocupa numa altura em que uma época de pico se aproxima e pode atrasar o fluxo de contentores vazios e potencialmente agravar a escassez na região.