Conectividade Marítima

Portugal desce no ranking de conexão marítima

Portugal desce no ranking de conexão marítima

A UNCTAD (Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento) publicou, recentemente, o Índice de Conectividade de Transporte Marítimo 2019, mostrando que Portugal piorou a sua posição nos países que melhor se conectam com os outros por mar.

Num ranking liderado pela China (151,91 pontos), seguida de Singapura (108,08 pontos) e República da Coreia do Sul (105,11 pontos), Portugal aparece com 47,14 pontos, atrás de economias como o Panamá 48,94 pontos), Marrocos (58,19 pontos) ou Grécia 60,92 pontos.

Portugal baixou a sua pontuação em 13,1 pontos, depois de, em 2018, ter atingido 60,24 pontos, que a manter, colocaria o nosso país bem acima nesta ranking da UNCTAD.

De resto, saliente-se o facto de Portugal ter dado um salto énorme no ranking no ano transato, quando passou de 46,94 pontos (2017) para os já referidos 60,24 pontos, em 2018.

Destaque ainda para o facto de cinco das 10 economias que lideram este ranking são da região asiática, juntando à China, Singapura e Coreia ainda Malásia (93,80 pontos) e Hong Kong (89,47 pontos).

O primeiro país não asiático a constar no ranking são os EUA (90 pontos), aparecendo no top 10 ainda a Bélgica (88,35 pontos), Holanda (88,03 pontos), Reino Unido (84,86 pontos) e a vizinha Espanha (84,21 pontos).

De referir, também, que o índice de conectividade de transporte de 2019 expandiu a cobertura dos países e acrescentou um novo componente nos países que podem ser alcançados sem transbordo.

“A posição de um país na rede global de transporte de contentores – sua conectividade – é uma determinante relevante dos seus custos comerciais e competitividade”, refere Jan Hoffmann, diretor de logística comercial da UNCTAD, concluindo ainda que se observa uma “‘divisão de conectividade’ – uma diferença crescente – entre os melhores e os piores países conectados”.