Transportes

Procura por carros a diesel em queda

Procura por carros a diesel em queda

De acordo com um estudo do Standvirtual, portal online de anúncios classificados automóvel, baseado em dados disponíveis na plataforma, a procura por carros a diesel registou uma quebra de 8,38%, em proporção face ao período homólogo de 2018, enquanto os carros a gasolina tiveram um crescimento de 1,43%.

Em termos de oferta, também na comparação com o primeiro semestre de 2018 com o mesmo período de 2019, os carros a diesel registam um crescimento de 10%, enquanto o número de novos anúncios de carros a gasolina aumentou 116%.

Contudo, ainda relativamente à oferta e mais concretamente à distribuição de carros por combustível, o diesel domina por completo com 73,71% dos anúncios face ao universo total existente na plataforma, enquanto os carros a gasolina representam 22,88% de anúncio em relação ao total.

Relativamente à procura, é possível também perceber que os carros elétricos registaram o maior crescimento (32,20%) e os híbridos a diesel a maior queda (26,91%) entre o 1.º semestre de 2018 e o mesmo período em 2019.

Estes dados vêm confirmar um estudo anterior da TGI da Marktest que revelava que menos de metade dos portugueses (44,2%) que pretendem comprar um automóvel nos próximos 12 meses planeiam comprar um veículo a gasóleo. É a primeira vez, desde 2013, que esta percentagem é tão baixa, contratando com os número de 2018, altura em que a percentagem de portugueses que pretendem comprar veículos a diesel era de 62,6%.

A confirmar a tendência estão os dados de vendas de automóveis, com a Associação Automóvel de Portugal (ACAP) a revelar que os veículos a gasolina representaram 51,2% das vendas de automóveis em Portugal no primeiro semestre de 2019, com 128 595 carros vendidos.