Indústria

Siemens escolhe Portugal para instalar linha de produção de carregadores elétricos

Siemens escolhe Portugal para instalar linha de produção de carregadores elétricos

A fábrica da Siemens Portugal em Corroios foi a unidade de produção escolhida pela empresa para produzir a nova geração de carregadores elétricos. De acordo com a Siemens, estes carregadores destinam-se a veículos comerciais, como autocarros e camiões, ou veículos utilitários e de recolha de lixo ou de lavagem de estradas.

Numa nota enviada às redações, a Siemens explica que será criada uma linha de produção dedicada nesta fábrica com capacidade para produzir mais de 300 unidades por ano. As primeiras entregas devem acontecer ainda em 2019 e destinam-se a projetos em Inglaterra, Alemanha e Suécia. Além disso, estima-se que 90% dos carregadores produzidos na fábrica em Corroios sejam para exportação. A Siemens sublinha ainda que, “se o mercado evoluir favoravelmente”, a unidade possa produzir 1400 carregadores por ano até 2025.

Para Pedro Pires de Miranda, Presidente Executivo da Siemens Portugal, “os investimentos recentes que fizemos na nossa fábrica e a aposta na captação de centros de competências internacionais fizeram com que fosse possível passar a produzir estes equipamentos em Portugal. Para além de reforçar as nossas exportações, contribui para melhor posicionar Portugal na mobilidade elétrica, uma área de futuro e em franco crescimento.”

“Importa ainda salientar que o sector do transporte rodoviário, especialmente no que se refere a veículos comerciais, é dos que mais polui o ar e emite toneladas de CO2, pelo que reforçamos o nosso contributo para a redução de emissões, descarbonização e melhoria da qualidade do ar”, acrescenta.

A Siemens revela ainda que Portugal foi escolhido para acolher a produção destes carregadores devido “ao sistema de gestão associado ter sido desenvolvido pelo Centro de Competências de e-Bus da Siemens, que está sediado no país, com as inerentes vantagens associadas à proximidade entre o centro de I&D e a cadeia de produção. Além disso, os processos produtivos existentes na fábrica de Corroios, bem como a dimensão da própria unidade, adequam-se às necessidades de fabricação e aos níveis de qualidade exigidos pelos clientes, que valorizam o selo ‘Made in Europe’.”