carga aérea

Transporte de mercadorias por via marítima, aérea e ferroviária continua a crescer

Transporte de mercadorias por via marítima

O transporte de mercadorias por via marítima, aérea e ferroviária cresceu 3,2%, 6,8% e 11,1%, respetivamente, no primeiro trimestre deste ano. De acordo com os dados avançados esta semana pelo INE, o transporte rodoviário de mercadorias, por outro lado, registou um movimento descendente, com uma quebra de 3,8% nos primeiros três meses de 2015.

Os dados avançados pelo Instituto Nacional de Estatísticas mostram que entre janeiro e março desde ano o número de embarcações que deram entrada nos portos portugueses cresceu 3,2%. Já o movimento de mercadorias totalizou 20,5 milhões de toneladas.

Sines foi o porto onde a atividade mais aumentou, 23%, seguido do porto da Figueira da Foz, com um incremento de 17,9% e do porto de Leixões, com um aumento de 7,3%. Os portos de Lisboa e Setúbal, por sua vez, caíram 6,4% e 6%, respetivamente.

Durante o primeiro trimestre do ano, as mercadorias transportadas por ferrovia atingiram um total de 2,7 milhões de toneladas, um aumento de 11,1% face ao período homólogo. Já a carga movimentada por via aérea totalizou 36,7 mil toneladas, um crescimento de 6,8%.

O transporte rodoviário de mercadorias foi o único a registar variação negativa, ainda assim menos acentuada do que no quarto trimestre de 2014 (-6,2%), com uma quebra de 3,8% impulsionada pela componente internacional que caiu 20,8%.