Mobilidade

Transporte ocasional de passageiros gerou mais de 3 mil empresas

Transporte ocasional de passageiros gerou mais de 3 mil empresas

O setor do transporte ocasional de passageiros em veículos ligeiros gerou mais de três mil empresas nos primeiros nove meses do ano. Os dados foram divulgados pela consultora Informa no seu barómetro ao setor e diz que no Transporte de Passageiros em Viaturas Ligeiras Descaracterizados (TVDE) nasceram, até 30 de setembro, 3209 empresas, mais 120% face ao período homólogo.

De acordo com o estudo, este aumento coincide com a promulgação da Lei 45/2018 que regula a atividade de transporte individual e remunerado de passageiros em veículos descaracterizados a partir de plataformas eletrónicas. Lisboa foi o distrito onde se registou o aumento mais significativo destas novas empresas, seguido do Porto, Setúbal e Faro.

Em Portugal operam, atualmente, quatro plataformas internacionais que ligam motoristas de veículos descaracterizados e utilizadores – Uber, Cabify, Bolt e Kapten. Segundo a lei 45/2018, o início da atividade de operador de TVDE está sujeito a licenciamento do Instituto da Mobilidade e dos Transportes, licença essa que será válida por dez anos.