Transportes

Zero pede reforço dos incentivos à compra de veículos elétricos

Zero pede reforço dos incentivos à compra de veículos elétricos

A associação ambientalista Zero defende que o Governo deve reforçar as verbas do Fundo Ambiental alocadas a incentivos à compra de veículos elétricos por particulares e empresas, que já esgotou as provisões para este ano.

Numa nota enviada às redações, a associação revela as conclusões de um estudo da Federação Europeia dos Transportes e Ambiente que aponta para a venda de um milhão de veículos elétricos mais baratos na Europa em 2020 e recorda que o Governo português anunciou o fim da venda de veículos de combustão interna a partir de 2040, defendendo que “é possível antecipar esta data através da eletrificação das frotas públicas (incluindo transportes públicos), ‘carros de empresa’ e táxis, e da revisão dos incentivos e benefícios fiscais para compensar a compra de veículos de emissões zero e penalizar os veículos mais poluentes, além de facilitar a instalação de postos de carregamento em casa e no trabalho”.

“De acordo com os dados mais recentes do Fundo Ambiental, o limite de incentivos para veículos ligeiros 100% elétricos quando ainda faltam cerca de 4 meses para o final do ano está esgotado. O número de candidaturas por validar (436), excede em muito o orçamento disponível. No limite, se todas as candidaturas forem de pessoas coletivas (incentivo de 2250 euros ao contrário de 3000 euros no caso de pessoas singulares), o máximo a abranger serão mais 75 veículos. A Zero considera assim que deveria haver um ajustamento nos valores do Fundo Ambiental para suportar todas as candidaturas válidas que sejam apresentadas ainda este ano”, diz a Zero.

De acordo com o jornal Público, já foram atribuídos apoios para a compra de 988 veículos elétricos ao abrigo dos incentivos do Fundo Ambiental, uma utilização de 99% das verbas disponíveis, que previam financiar 1000 candidaturas. De acordo com dados do Ministério do Ambiente e da Transição Energética, das 988 candidaturas aprovadas até à data 684 eram de empresas e 304 de particulares.

A dotação global do Fundo Ambiental de 2019 para incentivos à aquisição de veículos de baixas emissões é de 3 milhões de euros e só os veículos com um preço máximo de compra de 62 500 euros são elegíveis para estes apoios.